oncontextmenu='return false'> expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Visitas

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Episódio 5

É difícil não odiar. Pessoas, coisas, instituições. Quando quebram seu espírito e têm prazer em te ver sangrar, ódio é o único sentimento que faz sentido.

Mas eu sei o que o ódio faz com um homem. O afasta, o transforma em algo que não é. Algo que prometeu a si mesmo que nunca seria. Isso é o que preciso te dizer, para que saiba o quanto tento não cavar sob o peso de todas as coisas terríveis que sinto em meu coração.

Às vezes, minha vida parece um ato de equilíbrio mortal. Sinto um peso me dizendo o que eu deveria fazer. Reações impulsivas contra soluções longe de mim. Quando olho pro meu dia, vejo que a maior parte dele foi gasta pra limpar os estragos do dia anterior. Nessa vida, não tenho futuro. Tudo que tenho é distração e remorso.

Enterrei meu melhor amigo três dias atrás, e como clichê deixei uma parte minha naquele caixão. Uma parte que eu pouco conhecia. Uma parte que nunca verei de novo.

Todo dia tem um caixão pra os Sons, você abre e vê que está dentro. Você é o único que determina se é um presente ou uma sepultura.
           Jax Teller
Resultado de imagem para jax teller riding

domingo, 28 de agosto de 2016

Desligamento

Caí em meu patético período de desligamento. Muitas vezes, diante de seres humanos bons e maus igualmente, meus sentidos simplesmente se desligam, se cansam, eu desisto. Sou educado. Balanço a cabeça. Finjo entender, porque não quero magoar ninguém. Este é o único ponto fraco que tem me levado à maioria das encrencas. Tentando ser bom com os outros, muitas vezes tenho a alma reduzida a uma espécie de pasta espiritual. Deixa pra lá. Meu cérebro se tranca. Eu escuto. Eu respondo. E eles são broncos demais para perceber que não estou mais ali.

Charles Bukowski 

Resultado de imagem para bukowski

Crônica do Amor

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.

O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.

Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.

Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.

Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.

Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam. Então?

Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.

Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama este cara?

Não pergunte pra mim; você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.

É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível.

Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor?

Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.

Não funciona assim.

Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.

Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!

Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é! Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer. É a contingência maior de quem precisa.

Martha Medeiros
Resultado de imagem para amor tumblr

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

O segredo da vida

Eles costumam dizer que as pessoas vem e vão de nossas vidas, e isso é verdade, mas... até certa medida. Algumas vezes e em algumas circunstâncias as pessoas permanecem, permanecem para sempre, e em nossos corações. Seja um amigo, um professor, um irmão, nossos pais - de sangue ou não -, um grande amor... Acontece que vezes as pessoas simplesmente ficam, mesmo que isso não tenha sido alvo da decisão de quem fica, e ainda menos da decisão de quem recebe o que fica. Os motivos são diversos, mas todos acabam fazendo parte da tua história e de quem tu serás dali por diante, e o tempo?! O tempo não importa muito nesses casos. Não tão frequentemente nos deparamos com desconhecidos dos quais arrancamos e oferecemos poucas palavras, mas essas palavras podem e já mudaram a vida de muitas pessoas. Quantas vezes você não ouviu algo de quem você jamais imaginou ou jamais viu e pensou: ''Caramba, isso era exatamente o que eu estava precisando ouvir'', ''Era realmente isso que eu precisava para mudar essa atitude'' ou ''Como eu estava sendo boba, realmente meu pensamento estava errado'', e as palavras proferidas pelo até então desconhecido nunca mais saíram de sua mente? Não precisamos ir tão longe, nem sempre é necessário que se ouçam palavras, o olhar diz tudo, não é mesmo? O corpo fala. E as vezes basta um olhar de um desconhecido ou de um amigo intimo, para sabermos que naquele instante, tudo vale apena. Alguns momentos de nossa vida são a certeza dela mesma... aqueles em que você pode fechar os olhos e afirmar que morreria feliz. Esse segundos são simplesmente o segredo da vida, e as pessoas que participam deles, eternas.

Robéria Viana

sábado, 6 de agosto de 2016

Insônia

Pouquíssimas "coisas" fazem-me perder o sono. Tu és uma delas. Certamente saberás a que se refere e a quem me refiro. Acho que a melhor descrição que eu poderia fazer sobre ti é que quando falo contigo sinto-me como se estivesse envolta no desenrolar de uma leitura. Não qualquer leitura. Mas aquela que nos deixa presos, vidrados, admirados. Que nos dá fome e cede. Que mata nossa fome e a nossa cede, recomeçando o ciclo. Aquela leitura que, como eu costumo dizer, alimenta a nossa alma, nos transporta para outra dimensão e torna as mais abstratas sensações em concretas. Quase consigo tocar o teu olhar. A linha que existe entre os nossos olhares é perceptível.

Robéria Viana  


As paixões e os ônibus

Quando te vi subir naquele ônibus eu percebi que para todo fim realmente sempre há um novo começo. Percebi, que aos olhos das outras pessoas, eu estava agora, em uma sinuca, como diria a minha amada e sabedora mãe. Meu coração disparou... Minha mão gelou, minha boca secou, e a barriga de repente foi alvo de uma frente fria... Eu não acreditava que isso fosse acontecer novamente, agora, contigo... As vezes a gente cai em uma ingenuidade gerada por frustrações passadas, de duvidar que as pessoas possam nos conquistar, nos fazer acreditar, nos fazer sentir... Como Vinicius de Moraes, um dos meus velhos preferidos, costumava acreditar e sentir, a vida tem mais sentido quando essa arrebatada das paixões nos pega do nada, logrando seres intensos, crus, inspirados e antes de tudo, VIVOS... Quando te vi ir embora naquele ônibus para cumprir tuas obrigações e mais tarde voltar para mim, percebi que isso era exatamente o que eu queria, o que eu estava esperando e ao mesmo tempo não estava, mesmo que até esse momento eu não tivesse consciência disso. Tu és a contradição pura, simples e bela. Esse encontro é contradição pura, dialético, talvez até o jovem Marx fosse se interessar por ele, (risos). Quanto clichê! Um encontro no ponto de ônibus me fez te ver, outro encontro no ponto de ônibus me fez te enxergar dentro de mim... O que esses ônibus tem, afinal?!  Moreno, eu não te troco nem por uma caixa de nutella
Robéria Viana

Pai

Pai
Falar sobre o amor vai ser sempre difícil. Assim como é difícil falar sobre o senhor, pois pra mim, painho, sempre fostes a definição de amor. Um homem que se dedicou inteiramente a sua família e que em tudo que fazia depositava o seu amor e carinho. Um homem que, mesmo estando na UTI, presenteou a mulher de sua vida pelo dia dos namorados, um homem que bastava um de seus filhos espirrar para que ele corresse de madrugada para afagá-los, um homem que tratou seus alunos como filhos e seus filhos também como alunos, um homem que ajudou a todos que pôde, mesmo que apenas com um conselho ou uma palavra amiga. Ontem vestimos preto, vestimos preto porque a dor de te perder foi lancinante, dilacerante, foi como se o meu coração tivesse sido arrancado de mim, fiquei cega; vestimos preto pois não sabíamos como seria a nossa vida daqui pra frente, vestimos preto já que não havia lugar para cor alguma, vestimos preto porque tudo estava escuro e triste. Hoje vestimos verde, vestimos verde por ser a sua cor preferida, vestimos o verde da esperança, da esperança que o senhor sempre teve, vestimos verde pois não deixamos de ser um quarteto, somos três em carne e osso, mas sempre seremos quatro, somos rocha edificada no amor e um dia nos reencontraremos. O meu pai sempre foi meu orgulho e minha inspiração, sem dúvida alguma, o melhor pai que eu poderia ter. Um homem muito amado por sua família e querido por seus amigos e alunos; sempre encantava a todos que encontrava pela vida, com seu sorriso e sua alegria de viver. Tinha defeitos como todos tem, mas foi um HOMEM nos mais diversos aspectos. Isso sempre vai ser o meu Norte. Meu orgulho. Sempre serei a sua "neguinha". Vou fazer de tudo para honra-lo e ser ao menos metade da Mulher que o senhor me ensinou a ser.
E como já disse o velho João Nogueira:
"A missão de meu pai já foi cumprida
Vou cumprir a missão que Deus me deu
Se meu pai foi o espelho em minha vida
Quero ser pro meu filho espelho seu"